A Paróquia São Francisco de Paula de Poço Fundo, antes Gimirim e antiga Machadinho, teve sua fase inicial um desenvolvimento muito rápido. De singela Capelinha passou rapidamente a Curato e de Curato à Paróquia NO DIA 22 DE SETEMBRO DE 1871.

Aos 08 dias do mês de dezembro de 1926 foi lançada a pedra fundamental da Igreja Matriz de São Francisco de Paula de Gimirim. De 1947 até 1983 ficou sob os cuidados do Pároco Revmo. Sr. Pe. Afonso Ligório Rosa.

Pe. Afonso amigo, sempre com um sorriso nos lábios, visitava as casas trazendo alegria e esperança nos corações das pessoas, pois sua luz chegada à frente radiando Cristo com sua presença.


Sua casa foi sempre acolhedora casa do Senhor onde as pessoas principalmente do meio rural podiam contar, ora para um descanso, ora para tomar um remédio, ouvir algumas palavras de alento e, muitas vezes, para uma refeição. Sempre dava santinhos para as crianças que os guardavam com muito carinho, pois: – Foi o Pe. Afonso que me deu!

Colaborou na criação do Ginásio Estadual São Marcos, na reforma do Estádio de Futebol, construção do Asilo São Vicente de Paula (hoje Lar Nossa Senhora das Graças), na construção da Igreja Matriz, fundou uma Tipografia da Paróquia que prestava serviços à população de Poço Fundo, inclusive mantendo um jornal fundado por ele “Atualidades”. Fez a letra do Hino a Poço Fundo e editou um livro: “Uma caminhada para os 200 Anos de Cristo”.

Aos 13 de fevereiro de 1983 chegou o novo Pároco o Revmo. Sr. Pe. Douglas Tadeu Dória, tendo como seus auxiliares: Diácono Agnaldo Perugini e Pe. Adoniran Martins Renó, o trabalho foi organizado em vista das comunidades rurais, com todo o espírito renovado do Documento de Puebla e do Concílio Vaticano II, dividindo os trabalhos pastorais da Zona Rural em setores, sendo cada setor formado por 3 ou 4 comunidades. Cada sacerdote com seu modo, jeito e carisma completa a unidade do corpo de Cristo conforme o pensamento de São Paulo. Assim na Paróquia de Poço Fundo, com a passagem de diversos sacerdotes todos contribuíram para o crescimento espiritual da comunidade.

Em 1987, o novo Pároco toma posse o Revmo. Sr. Pe. Antônio Lúcio Pereira que permaneceu até 04 de março de 1990, neste período contou com o auxílio do Pe. Antônio Brentegani.

Aos seis dias do mês de Março de 1990, o Revmo. Sr. Pe. Paulo Vieira Âmbar é apresentado a Paróquia como o novo Pároco. Pe. Paulo contou com a ajuda dos Padres: Antônio Brentegani e João Hélio Fagundes.

No dia 12 de fevereiro de 1995 o Revmo. Sr. Pe. Sebastião Camilo de Almeida é acolhido pela Paróquia como Pároco e acolhe como seus Vigários Paroquiais: Revmo. Pe. Maurício Rowan Peixoto, mais tarde o Diácono Agenor Roberto da Silva, também Pe. Celso Antônio Lélis Diogo e por último recebe a colaboração do Diácono João Bosco de Freitas.

Em 11 de agosto de 2001 toma posse o novo Pároco Pe. Vanir Ramos Barbosa e o Diácono Inácio Pires designado para auxiliar nos trabalhos pastorais. Em novembro de 2001 eles recebem na paróquia o Pe. Paulo Souza Dias, vindo da Diocese de Bragança Paulista, para auxiliá-los.

Em 09 de fevereiro de 2003 tomou posse Pe. Jean Rafael Eugênio de Barros como Pároco, tendo por Vigário Paroquial o Pe. Inácio Pires que continuou após a saída do Revmo. Sr. Pe. Vanir. Pe. Jean recebe o auxílio do Pe. Otir Bento Rosa da Silva até abril de 2005 quando se despediram desta comunidade paroquial.

A partir de abril de 2005 assumiu como Pároco Pe. João Bosco de Freitas que até o presente momento exerce esta mesma função nesta Paróquia. Pe. João Bosco recebeu o auxílio dos seguintes Vigários Paroquiais: Pe. Francisco Carlos Neto (de 2005 até 2007), Pe. Fabiano José Pereira (de 2007 até 2008), Pe. João Batista de Godoy que chegou como Seminarista estagiário vivenciando o seu Diaconato que após ser ordenado Presbítero foi transferido. Em 2010 Pe. João Bosco recebe o auxílio do seu novo Vigário Paroquial  Pe. Omar Aparecido da Silveira que permaneceu nesta Paróquia até 2011. Neste mesmo ano iniciaram os seus trabalhos pastorais os Padres: Francisco José da Silva e Paulo Giovanni Pereira ambos de Cambuí.

Neste período os acontecimentos que receberam maior destaque foram os seguintes:

A Ordenação Diaconal no primeiro dia do mês de agosto dos seminaristas: Dirlei Abércio da Rosa de Itapeva, João Hélio Fagundes de Turvolândia e Vanildo de Paiva de Silvianópolis.

No dia 22 de Julho de 1995 foi ordenado Presbítero nesta Paróquia o então Diácono Simão Cirineu Ferreira.

Em 03 de Março de 1998 foi abençoada a pedra fundamental da Igreja Mãe Rainha.

No dia 14 de Junho foi inaugurada a nova casa paroquial e a nova Secretaria Paroquial.

No dia 14 de Março de 2002 as relíquias de São Vicente de Paula visitaram a Paróquia de Poço Fundo. Nesse mesmo ano Pe. Vanir comemorou o Jubileu de Prata da sua Ordenação Sacerdotal.

No dia 26 de Outubro de 2002 foi ordenado presbítero o Diácono Herivelto Jéder Pereira filho desta terra, membro da Consagração do Santíssimo Redentor (Missionários Redentoristas) pelas mãos de D. Pedro Fré (CSSR).

Em 2008 começou a circular o Jornal “Despertar” a partir do dia 27 de julho. Ele era um jornal mensal.

Em 18 de outubro de 2008 foi ordenado Presbítero o Diácono Gilvair Messias da Silva, filho desta terra, padre Diocesano da Diocese de Guaxupé.

Em 29 de março de 2009 foi inaugurada a Igreja de Santa Rita.

No ano de 2010 foi ampliada a secretaria paroquial e iniciou a reforma da Igreja de N. Sra. do Rosário.

No dia 16 de julho de 2009, nosso Arcebispo D. Ricardo Pedro abençoou a nova Igreja de São Benedito.

Pessoas da Paróquia que receberam destaque nos trabalhos pastorais desta comunidade paroquial durante este período:

Vanda Paulino da Costa, mais conhecida como Tia “Dé” – estudou no Colégio Imaculada Conceição em Machado onde permaneceu durante 11 anos como interna. Fez Magistério no Colégio São Marcos, primeira turma, fez Pedagogia e Orientação Educacional na Faculdade de Machado.

Enquanto estudava começou a dar catequese. Foi professora de Religião e Educação Artística por 16 anos no Colégio São Marcos.

Nos últimos 18 anos devido a problemas de artrite, teve que se aposentar das aulas, mas não deixou de ser catequista, mesmo com todo o seu problema de saúde que a impedia de fazer muitas coisas, continuou dando catequese de crisma para adultos em sua casa até 2009.

Uma outra pessoa que muito colaborou com os trabalhos pastorais da nossa Igreja, e que merece os devidos reconhecimentos foi o Sr. Darcy Rosa, natural de Paraguaçu, casado com D. Áquila Maria Tavares Rosa com a qual teve sete filhos.

Era membro congregado mariano, homem zeloso e caridoso. Sempre se mostrou preocupado com o próximo acudindo as pessoas em seus momentos de dificuldade.

Era um homem que participava ativamente da Paróquia, dedicando atenção especial aos mais pobres.

Segundo seu filho Valmir Tavares Rosa, seu pai foi uma pessoa honesta, sempre foi um grande exemplo para seus filhos e muito querido por todo povo de Poço Fundo.

Faleceu no dia 07 de maio de 2007 em Campinas e sepultamento no cemitério desta cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *